Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \26\UTC 2008

Mão dupla

As ruas boas são as de mão dupla, principalmente quando se está perdido. Você pode chegar até o fim, ou antes mesmo, fazer uma curva e voltar. Sem medo de errar, sem a angústia de ficar sem saída.

Eu sempre achei que o problema de todas as coisas do mundo era elas terem um fim. Motivos da vida não faltam… Isso me aterrorizava horres. Na verdade, só até agora pouco, porque eu descobri que a questão não é ter fim, a questão é não ter volta.

Claro, a volta implica um fim, e o fim implica o fato de as coisas não serem eternas, o que leva de volta ao fim e não a volta em si. Mas, acho que pensar na volta é uma forma de aceitar o fim. Eu sei, a volta é uma forma de não aceitar o fim…

Talvez seja isso mesmo. Eu tenho pavor de ficar sem saída, pavor das coisas serem eternas, mas ao mesmo tempo tenho dificuldade em enfrentar o fim, o que me leva a gostar da idéia da volta, de ruas de mão dupla, do ir e vir.

C’est ma vie.

Anúncios

Read Full Post »

Sweetest thing

Para compensar a falta de compromisso, o frio, o sono e o visto não tirado, vou até uma doceria. Duas bombas de baunilia, devoradas em poucos minutos no carro, no trânsito, pois nada é perfeito!

Read Full Post »

Você pensa em ir para Nova Iorque um dia. Um dia, assim, nada muito certo… Uma vontadezinha de ver os prédios, as lojas, as livrarias, enfim. Em um surto sua mãe resolve levar a família inteira no natal, mas dá de cara com o problema do visto. Problema, porque eu nunca vi gente tão complicada. Como tem uma fila de espera para visto (isso é Brasil), ela resolve deixar para mais pra frente a viagem, mas já agendar o visto. Então você agenda para 4 meses depois, responde aquelas perguntas cretinas típicas de norte-americanos, e é obrigada a ler avisos do tipo “não leve armas nem drogas”. Tudo parece palhaçada, mas tudo bem, é para conhecer outra cidade, você tolera a duras penas (pois, pensar em dar dinheiro para os norte-americanos é um insulto!).

Você já tinha esquecido desse visto,  da viagem, das taxas que pagou. Até que vê um lembrete na agenda: sexta-feira, 26 de setembro de 2008, às 8:30. Pânico! Tenta desmarcar, liga, entra no site… Tarde demais… Pode desistir até 2 dias antes.

Você acorda mais cedo, se perde, sai no frio, e… A maior fila ziguezague para tirar o visto. Mas não era agendado? Sim, todas essas pessoas agendaram, é só pegar a fila.

E você vai embora revoltada. Que falta de compromisso! Quem eles pensam que eles são? E todas as mil e uma coisas que eu deixei de fazer? E meu tempo? E minha gasolina? E meu saco pra pegar transito? Absurdo! Agora sim eu não vou pra lá. Já não era fã e tinha muito mais contras do que prós, agora, então…

Mando um e-mail para o consulado. Exijo resposta. Quem eles pensam que eles são?

Read Full Post »

Injusto!

Pior do que descobrir coisas que você não fazia idéia na terapia, chorar e passar uma semana inteira angustiada é escrever sobre isso e perder a folha!

Read Full Post »

Saudade

“saudade é quando você quer ver uma pessoa e esta longe” eu mesma, quando criança.

Read Full Post »

Estágio

Você passa de um marasmo para um dilúvio de coisas para fazer em menos de 5 minutos.

Read Full Post »

Coleção 2

Continuando minha coleção de distrações…

8. Escrevi uma mensagem às 20hrs dizendo “Bom Dia” quando na verdade queria escrever “Boa Prova”

9. Fui comentar de um filme com o Jack Black e falei “um filme com o John Black, quer dizer, Black Jack… não!!! Jack Black!”

Read Full Post »

Older Posts »